Power
Energy
Clean
R. Wanderley da Costa Camargo, 219 - Vila Georgina - Campinas - SP | Localização
Telefone: (19) 3203-8773
Atendimento
(19) 99354-7737
Voltar para: Página inicial › Energia Limpa › Energia Biocombustível
Capa da energia biocombustível
Energia Biocombustível

Introdução

Biocombustível ou agrocombustível é o combustível de origem biológica não fóssil. Normalmente é produzido a partir de uma ou mais plantas. Todo material orgânico gera energia, mas o biocombustível é fabricado em escala comercial a partir de produtos agrícolas como a cana-de-açúcar, mamona, soja, canola, babaçu, mandioca, milho, beterraba ou algas.

Podemos citar vários exemplos de biocombustíveis, tais como o álcool etanol, a biomassa ou o biodiesel.

Como exemplo de biomassa temos a lenha. Portanto, os biocombustíveis são usados desde que o homem descobriu o fogo.

Biomassa

A biomassa é uma fonte de energia limpa e renovável disponível em grande abundância e derivada de materiais orgânicos. Todos os organismos capazes de realizar fotossíntese (ou derivados deles) podem ser utilizados como biomassa. Exemplo: restos de madeira, estrume de gado, óleo vegetal ou até mesmo o lixo urbano.

 

Imagem exemplo de produção de Biomassa
A América Latina é a região que mais impulsionou a produção de energia com a biomassa, em média 2,28% por ano.

O máximo está sendo feito para obter a energia da biomassa, já que o petróleo e o carvão mineral têm previsões de acabar, a energia elétrica está cada vez mais escassa (já que essa energia depende da força da água no caso de hidroeletricidade) e a energia nuclear poderá ter alguns perigos.

Outro fator importante é que a humanidade esta produzindo cada vez mais lixo e esse lixo também é capaz de produzir energia, isso ajuda a resolver vários problemas: diminuição do nível de poluição ambiental, contenção do volume de lixo das cidades e aumento da produção de energia.

Conheça as três biomassas:

A biomassa sólida tem como fonte os produtos e sobras da agricultura (incluindo substâncias da fauna e flora), os resíduos das florestas e a quota biodegradável dos resíduos industriais e urbanos.

A biomassa líquida existe em uma série de bicombustíveis líquidos com potencial de utilização, todos com origem nas chamadas “culturas energéticas”. São exemplos o biodiesel, obtido a partir de óleos de colza ou girassol; o etanol, produzido com a fermentação de hidratos de carbono (açúcar, amido, celulose); e o metanol, gerado pela síntese do gás natural.

A biomassa gasosa é encontrada nos efluentes agropecuários provenientes da agroindústria e do meio urbano. É achada também nos aterros de RSU (resíduos sólidos urbanos). Estes resíduos são resultado da degradação biológica anaeróbia da matéria orgânica, e são constituídos por uma mistura de metano e gás carbónico. Esses materiais são submetidos à combustão para a geração de energia.

As principais vantagens da energia biocombustível:

As desvantagens da energia biocombustível:

Imagem ilustrativa de Biocombustível

Conteúdo relacionado:

Mercado brasileiro de energia limpa

 

Newsletter

Quer receber um boletim com informações, promoções?


Clicando nessa imagem você retorna ao topo da página


Energia Limpa

Categorias

Compra

Serviços

Institucional

Recursos Humanos

Contato

Clicando nessa imagem você retorna ao topo da página